Brune revela single “Estrelas de Neón” com clipe – FamososBR


Brune revela single “Estrelas de Neón” com clipe


Após se aventurar por uma “Lua Azul”, seu single de estreia, Brune segue por “Estrelas de Neón”. A faixa revela outros contornos de seu primeiro EP, “Ametista”, onde MPB, pop, R&B, soul  e poesia se encontram. A nova canção estreia com um clipe, assinado pela Ácida Produtora.

 

Assista a “Estrelas de Neón”: https://youtu.be/KSOpbz4G66E 

Ouça “Estrelas de Neón”:  https://tratore.ffm.to/estrelasdeneon 

 

O segundo single vem para ampliar o universo musical e estético de um trabalho que começou, primordialmente, poético. A faixa e o EP têm produção de Leonardo Gumiero, que assina também guitarra, bateria, teclados e percussão, arranjos, gravação, mix e master. Na faixa aparecem também Aline Provensi (baixo) e Yuri Grigoletti (saxofone), além de Bruna Krauze nos backing vocals. 

 

Embora seja uma criação a muitas mãos, “Estrelas de Neón” começou com uma letra muito pessoal. Não por acaso a canção de abertura do EP, ela marca o começo de um processo de redescoberta de si através do toque. Tratando a sexualidade de forma mais leve, Brune mostra que os encontros não precisam ser vermelhos e intensos – eles podem ter também outros tons e propósitos.

 

“Compus ‘Estrelas de Neon’ em 2019 – que foi a época que comecei a compor. Sempre escrevi poesia e cantei, mas ainda não tinha juntado as duas coisas devido a um processo com a autoestima – relacionamentos abusivos familiares e amorosos. Então, o ‘Ametista’ é esse lugar de cura, de transmutação, de colocar a voz no mundo e usar a música como um possibilidade de transformação, que inspire outras pessoas nas suas jornadas de amar a si, de encontrar sua voz e de dançar apenas pelo gosto de dançar”, resume Brune.

 

Essa jornada pessoal vem após um single intenso como “Lua Azul”, onde surge a temática tão atual da destruição ambiental. Mas mesmo em assuntos tão espinhosos e universais, Brune traz o seu olhar único e pessoal.

 

Assista a “Lua Azul”: https://youtu.be/rhUo1i8ZTgc

 

A inspiração vem de sua vivência enquanto pessoa não-binária, mas também de experiências vividas por caminhos do Uruguai, Argentina, Bolívia, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco, sempre como artista de rua. Percorrer o sertão e as estradas latinoamericanas serviram de autoconhecimento e bagagem para informar suas criações poéticas. 

 

Agora, Brune se prepara para revelar seu trabalho musical com “Ametista”, a ser lançado no próximo mês. Também em 2021, “Sei que nada disso é real mas não suportaria a verdade”, seu primeiro livro de poesias, será publicado pela editora Urutau.  Enquanto isso, é possível ouvir e assistir a “Estrelas de Neón”.